Sejus vacina detentos e servidores contra vírus H1n1 - Notícias de Floriano - Floriano News

Sejus vacina detentos e servidores contra vírus H1n1

Publicado 19 de maio de 2017 às 13:31 hs


A Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus), em parceria com os órgãos gestores da área da Saúde nos municípios, realiza campanha de vacinação contra o vírus H1N1 nos presídios e setores administrativos ligados ao sistema prisional do Estado. Detentos, servidores e prestadores de serviços estão sendo vacinados.

A meta, de acordo com a Coordenação de Saúde Prisional da Secretaria de Justiça, é contemplar todos os setores da administração penitenciária e unidades prisionais até junho. Ao todo, a campanha abrangerá os 15 estabelecimentos penais, a Academia de Formação Penitenciária (Acadepen) e demais setores da Sejus.

De acordo com a Coordenação de Saúde Prisional, a campanha segue as recomendações dos ministérios da Saúde e da Justiça e Segurança Pública e do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). Na Casa de Custódia de Teresina, que está recebendo a imunização desde essa quarta (17), todos os detentos e servidores serão vacinados.

“A vacinação é uma ação muito boa para nós que estamos presos, porque evita doenças aqui dentro”,
disse o reeducando Francisco Gustavo.

Segundo a enfermeira da Casa de Custódia, Nathana Karen, além de imunizar contra a gripe, a vacina protege os internos de doenças mais sérias, como a pneumonia, por exemplo.

De acordo com diretora de Humanização e Reintegração Social da Secretaria de Justiça, Ágatha Knitter, a campanha de vacinação atende à Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade no Sistema Prisional (PNAISP) e reforça as demais ações voltadas à saúde nos estabelecimentos penais.

O secretário de Justiça, Daniel Oliveira, observa que a Sejus tem avançado na atenção básica à saúde nos presídios, trabalhando de forma conjunta com órgãos de saúde do Estado e dos municípios, visando à expansão da Política Nacional de Saúde no Sistema Prisional, assegurando o processo de humanização do sistema.

Fonte Cidadeverde.com

Tópicos:

AS MAIS