Francis Lopes defende a participação maior dos pais na educação dos filhos - Notícias de Floriano - Floriano News

Francis Lopes defende a participação maior dos pais na educação dos filhos

Publicado 11 de outubro de 2017 às 13:03 hs


Imagem: AlepiClique para ampliarDeputado estadual Francis Lopes (PRP)(Imagem:Alepi)Deputado Francis Lopes (PRP)

A desatenção dos pais com a educação dos filhos, a influência das mídias e redes sociais - principalmente a TV - na desagregação famíliar, na violência, foram algumas das questões levantadas pelo deputado estadual Francis Lopes (PRP), em discurso na tribuna da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (10).

O orador agradeceu ao presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Erivan Lopes, pela sensibilidade em atender uma proposição sua para a ampliação do número de assistentes sociais, psicólogos e outros profissionais de saúde no Judiciário.

Segundo Francis Lopes, existem mais de 5 mil processos aguardando para serem apreciados e o número de profissionais de saúde que existe no Judiciário é reduzido. “São milhares de casos em Teresina envolvendo violência contra a criança, o adolescente, a mulher. Casos de abuso, pedofilia... praticados dentro da própria família”, elencou.

O deputado também abordou a violência dentro das escolas, lembrando que as pessoas costumam responsabilizar as secretarias de Educação e de Segurança por esses casos.

Francis Lopes denunciou que alunos reprovados são matriculados nas séries seguintes justamente para que a Prefeitura não perca os recursos do Fundo de Desenvolvimento da Educação. Essas escolas sequer fazem reuniões com os pais. E citou Cocal dos Alves, município no Norte do Piauí, onde as escolas são referências no país, pelo empenho dos professores, a presença e a participação da família e a dedicação dos próprios alunos.

As Escolas Teotônio Ferreira Brandão, de ensino fundamental, e Augustinho Brandão, de ensino médio, por iniciativa do professor Antônio do Amaral, que leciona em ambas, já conquistaram destaque nacional. São mais de 100 prêmios e medalhas nos últimos sete anos, mas os benefícios não se restringem aos prêmios. Em 2010, por exemplo, os alunos de Cocal dos Alves obtiveram 100% de aprovação nas universidades públicas do Piauí.

O deputado lembrou que durante a discussão do Plano Estadual de Educação, propôs uma emenda para que as escolas realizassem pelo menos quatro reuniões anuais com os pais. E desafiou: que se apresente uma escola que não tenha interatividade com as famílias onde o desempenho dos alunos seja satisfatório.

“A emenda não passou por que alegaram que a proposta era impositiva, uma ditadura”. Eu já falei aqui, e não foi só uma vez, que a média de pais interessados com o desempenho dos filhos na escola é de 10%”,
lamentou.

Mobieduca-me

Francis Lopes acrescentou que a secretária de Educação, Rejane Dias, prometeu que até o término do seu mandato implantaria o Sistema Mobieduca-me. “Só que tem um porém. Na reunião que eu fiz com os professores na cidade de Ribeiro Gonçalves, eles me informaram que o sistema é excelente, mas que tem pai que recebe as informações em casa e fica chateado porque não quer ser incomodado, quando é notificado de que os filhos estão cometendo algum tipo de infração ou deixando de comparecer à escola. Quando a infração é mais grave eles são notificados a comparecer à sede da escola. E lá eles chegam com quatro pedras na mão”, reclamou. No entanto, a grande maioria dos pais aprovou o sistema, ressaltou o deputado.

O parlamentar citou o artigo de professor, pedagogo e pedagogista norte-americano Ron Clarck, advertindo que "professores e educadores e não são babás". Clarck criticando os pais por deixarem atribuição da educação dos filhos, mas sem dar aos professores o poder de repressão. O artigo virou filme, cujo título é “O Triunfo”. Francis Lopes recomendou que o filme seja exibido nas escolas do Piauí.

Violência


“É fichinha os pais não frequentarem as reuniões, não visitarem as escolas. Quando os professores começam a confidenciar, falando sobre as crianças, a gente se surpreende com o que elas falam para os professores: "meu pai acha que eu sou uma mulher". Quando os professores aprofundam as investigações descobrem que essas crianças estão sendo abusadas, violentadas; que os pais estão matando aos poucos essas crianças... Quando o professor sugere que a denúncia seja encaminhada ao Conselho Tutelar, a diretora argumenta que a escola vai ficar falada. Aí a criança cresce sendo violentada, entra no crime e vai descontar na sociedade a violência que sofreu na infância e adolescência. Quando essa criança molestada encontra um programa de ressocialização, já na vida adulta, é tarde demais”.


Apartes

O deputado Dr. Pessoa (PSD) pediu a palavra para testemunhar a grave situação social de vivida no país e para elogiar o orador por colocar em discussão a questão familiar e a educação das crianças. “Sem referência familiar, sem referência religiosa, nesses primeiros passos da vida, não se vai a lugar nenhum. Vossa excelência é do bem porque toca na parte mais sensível da sociedade que é a mulher, a criança a família”.

O presidente da Assembleia Legislativa, Themístocles Filho (PMDB), também elogiou Francis Lopes, repetindo que gosta muito de duas músicas, que falam da ida e da volta de São Paulo. Themístocles lembrou que Francis Lopes se destacou fora do Piauí, como o seu pai, Themístocles Sampaio, que de varredor de rua se formou fora do Piauí e chegou a ser deputado federal, ajudando muita gente. O presidente ressaltou que foi no governo de Alberto Silva, em 1971, que muitos piauienses deixaram de viajar para fora do estado para estudar e se formar. "Foi Alberto Silva que implantou a Universidade Federal do Piauí".

O presidente também destacou que o tráfico de droga e de armas são responsáveis pela violência no país, ao defender o que o governo federal observe muito bem para esses dois problemas.

Shows

Francis Lopes lembrou que, durante os shows que faz pelo Piauí, em São Paulo e em outros estados, ele leva mensagens positivas, questionadoras, indagando o publico, os pais ali presentes, sobre a educação dos filhos, o respeito aos mais velhos, o tomar a benção ao dormir e ao acordar, a rezar para agradecer pela vida, pelos pais, pelo alimento, pela educação… “ou vocês estão deixando os filhos na frente da televisão para ver a novela onde não se aprende nada, a não ser a desrespeitar? A TV ensina o que não presta, um monte de aberrações. Vocês não podem dar jeito na televisão, nos diretores de programação, nos autores de novelas, que colocam o mal dentro dos nossos lares? Vocês não podem dar jeito na televisão, mas podem educar os seus filhos, vocês podem dar um jeito no filho de vocês. A criança passa mais tempo em casa. Os pais têm que dar qualidade ao tempo dos filhos”.

O orador também abordou o excesso de liberdade dos filhos no uso do celular. “Crianças hoje estão viciadas em redes sociais, em jogos eletrônicos, por negligência dos pais. Quantos pais levam os filhos à igreja pelo menos uma vez por semana? A culpa não é dos pais, somente, mas de um sistema que não deu educação aos pais, aos avós dessas crianças e não dá a educação a esses filhos, hoje. A coisa está esculhambada. Só uma intervenção divina pode salvar a situação. Agradeço a Deus pelas oportunidades e permitido que eu fosse a São Paulo, mas meu sonho era voltar para continuar morando ao lado dos meus pais, que estão lúcidos e a quem em respeito”.Themístocles Filho lembrou que o pai, Themístocles Sampaio, colocou telha em mais de 3 mil casas, levou água, asfalto a ruas e avenidas... “as principais obras que existem em Esperantina tem o dedo de Themístocles Sampaio”. Dr Pessoa acrescentou que o asfalto da rodovia BR-222 também foi uma luta iniciada por Themístocles Sampaio.

O deputado terminou o discurso parabenizando a juíza Maria Luiza, da 1ª Vara da Infância da Juventude, e o presidente Erivan Lopes, do Tribunal de Justiça por acatar a sua sugestão de disponibilizar mais assistentes sociais, psicólogos, psiquiátras, a serviços do Judiciário.

Francisc Lopes, que também é cantor, avisou à população de Itainópolis, que esteve com o prefeito Paulo Lopes em Teresina para tratar das obras da estrada do município, que vão continuar. “Logo, logo, se Deus quiser, nós vamos estar inaugurando essa obra. Sábado e domingo agora, teremos a Festa do Vaqueiro em Itainópolis, cidade do meu pai, tios e primos. E estaremos cantando no domingo (15), no final dos festejos, com o Galego Aboiador”, avisou.

florianonews.com/politica: confira as últimas notícias sobre Política
Siga @florianonews e curta o FlorianoNews

Fonte Alepi

Tópicos:

AS MAIS